ESTUDO PG 04 – VIDA CRISTÃ

      “O MUNDO, SEUS PRAZERES OU JESUS?”

Existe uma suposta ou verdadeira preocupação de levar pessoas para Deus. No passado este interesse movimentou e ainda movimenta muito dinheiro. Parece ser que a salvação de fato preocupa a Igreja.

Mas nem sempre abordamos esse tema considerando a maneira que Deus quer que alcancemos pessoas. É como se nunca tivéssemos parado de construir a Torre de Babel, na verdade a maioria das vezes as coisas que fazemos estão mais direcionadas a satisfazer o nosso eu do que de fato Engrandecer o nome de Deus.. 

“E disseram uns aos outros: Vamos construir uma cidade, com uma torre que alcance os céus. Assim o NOSSO NOME será famoso e não seremos espalhados pela face da terra” (Gn 11.4).” 

Muitas vezes temos tantas ideias que no fundo conspiram para fazer Grande o nosso Nome e não o nome do Senhor. 

Então, como devemos agir?  às vezes a vida de igreja que temos é muito boa.  

Porém, devemos logo aprender que aquilo que parece bonito e fácil na teoria, na prática (viver e lutar contra os pecados e a carne), é difícil e requer disciplina. Pois, na maioria das vezes, a condição de todos nós como povo não condiz com o ideal de Deus para aqueles que lhe pertencem. 

Deus é Deus:

O Deus do cristianismo é soberano, sábio, reto e, em última análise, interessado em justiça. Ele é não somente interessado em justiça, mas também assume o papel de Juiz sobre nós. Um dos temas centrais e maior verdade do cristianismo é que as nossas ações serão julgadas. É evidente que este tema está ausente, em muito, do ensino cristão de nossos dias; contudo, ele enche o Novo Testamento e se acha em quase todo sermão de Jesus de Nazaré. Seremos chamados a prestar contas de toda palavra frívola que falamos. No último Dia, não será a nossa consciência que nos acusará, será o próprio Deus.

Um dia prestaremos contas perante Deus e seremos julgados por 4 testemunhas:   

1-Ações : Eclesiastes 12.14 (Deus trará a julgamento tudo o que foi feito, inclusive tudo o que está escondido, seja bom, seja mau).

 

2-Palavras: Mateus 12.36-37 (Mas eu lhes digo que, no dia do Juízo, os homens haverão de dar conta de toda palavra inútil que tiverem falado. Pois por suas Palavras vocês serão absolvidos, e por suas Palavras serão condenados.)

3-Omissões:

-Então dirá também aos que estiverem à sua esquerda: Apartai-vos de mim, malditos, para o fogo eterno, preparado para o diabo e seus anjos;

Porque tive fome, e não me destes de comer; tive sede, e não me destes de beber;

Sendo estrangeiro, não me recolhestes; estando nu, não me vestistes; e enfermo, e na prisão, não me visitastes.

Então eles também lhe responderão, dizendo: Senhor, quando te vimos com fome, ou com sede, ou estrangeiro, ou nu, ou enfermo, ou na prisão, e não te servimos?

Então lhes responderá, dizendo: Em verdade vos digo que, quando a um destes pequeninos o não fizestes, não o fizestes a mim.

Mateus 25:41-45

4-Pensamentos: 

Nossos pensamentos serão expostos (Romanos 2.15-16).

A necessidade da Graça: 

Sendo que seremos julgados perante Deus um dia, e que pelos nossos méritos humanos não podemos entrar na presença de Deus.

Deus nos dá uma Saída. (João 14.6)

Crer no nome de Jesus. (João 1.12)

Cristo nos Salvou para que não vivamos mais para nós mesmos. (2 Coríntios 5.15-21).

Agora, pois, se reconhecemos que precisamos de Cristo para sermos resgatados do pecado, também reconhecemos que Deus é dono e Senhor da nossa vida. Não devemos mais antepor os nossos desejos e vontades acima do que Deus espera de nós. Deus expressa sua vontade para nossa vida por meio da sua Palavra (a Bíblia), devemos, agora, então, procurar todos os dias compreender a vontade de Deus. Se não sabe como fazer, peça ajuda a alguma pessoa da igreja, o Pastor, ou mesmo aquele que lhe apresentou a palavra de Deus, que lhe ensine a buscar o conselho de Deus.

Oração: Ore pedindo para Deus a Sabedoria verdadeira, ela está na Palavra de Deus. (Tg 1.2-8)

Facebook
YouTube
Instagram