Posso Fazer Uma Tatuagem?

Duvidas-Comuns-Sobre-Tatuagens-16

Um casal me fez essa pergunta um dia desses, e aproveitei a oportunidade para escrever este texto que espero, seja útil para todos aqueles que possuem essa mesma dúvida.

Confesso que esse tema é polêmico e que não existe um consenso entre pastores, igrejas e cristãos. Para diminuir a ansiedade de quem busca uma resposta, antecipo desde já que a Bíblia não proíbe o uso de tatuagens. Isso, porém, não significa que você deve sair correndo para cobrir seu corpo de tatuagens. Precisamos refletir sobre o tema, antes de chegar a uma conclusão.

Para uma pessoa que se declara um cristão, o importante não é o seu gosto ou opinião pessoal, mas, sim a vontade de Deus expressa em sua Palavra.  Portanto, antes de você decidir fazer ou não uma tatuagem, ou mesmo se posicionar contra ou a favor, sugiro que você considere alguns pontos que julgo serem importantes:

1. A Bíblia não proíbe o uso de tatuagens!

“Não façam cortes em seus corpos por causa dos mortos, nem tatuagens em si mesmos. Eu sou o Senhor.” – Levítico 19:28.

Este é o único texto bíblico que fala a respeito de tatuagens, mas qual é o seu significado? O texto trata da Lei Mosaica. A nação de Israel, ao observar as leis de Deus demonstraria ser diferente dos povos pagãos. Israel era o tesouro especial de Deus (Dt 14:1-2), e por essa razão deveriam se afastar dos pecados da adivinhação, feitiçaria, idolatria e da autoflagelação (marcas e tatuagens) em sinal de luto pelos mortos. A tatuagem proibida em Levítico era aquela que se relacionava com o rito pagão e, não com a questão estética. Usar este texto bíblico para afirmar que tatuagem é pecado é no mínimo um equívoco.

2. A Bíblia, porém, ensina que tudo o que fizermos deve glorificar a Deus!

“Assim, quer vocês comam, bebam ou façam qualquer outra coisa, façam tudo para a glória de Deus.” 1 Coríntios 10:31.

Tudo o que fizermos deve glorificar a Deus e isso também se aplica na questão da tatuagem. Com isso, não estou dizendo que uma pessoa deva tatuar um versículo, uma palavra em grego ou hebraico, ou um símbolo do cristianismo para que, então, sua tatuagem glorifique a Deus. O que estou dizendo é que a motivação, o conteúdo e mensagem de uma tatuagem podem desonrar a Deus. Infelizmente, muitas pessoas, inocentemente, tatuam um desenho, uma frase ou símbolo que contrariam e ofendem a fé cristã. Existem também aquelas pessoas que fazem uma tatuagem com o objetivo de exibir uma parte de seu corpo, ressaltando assim a sua sensualidade.

 3. A Bíblia ensina que os nossos corpos pertencem ao Senhor.

“Ou não sabeis que o vosso corpo é o templo do Espírito Santo, que habita em vós, proveniente de Deus, e que não sois de vós mesmos? Porque fostes comprados por bom preço; glorificai, pois, a Deus no vosso corpo, e no vosso espírito, os quais pertencem a Deus.” 1Coríntios 6:19-20.

A verdade sobre a nossa redenção deve impactar nossas atitudes. Fomos comprados por um alto preço e no momento em que nos tornamos filhos de Deus, nossa vida não mais nos pertence. Nenhum cristão verdadeiro pode dizer: “o corpo é meu, e faço dele o que bem entender”. A tatuagem, assim como qualquer outra questão relacionada com o nosso corpo, deve contemplar o aspecto de que os nossos corpos pertencem a Deus e é nosso dever cuidar dele da melhor forma possível.

4. A Bíblia ensina que não devemos amar o mundo.

“Não amem o mundo nem o que nele há. Se alguém amar o mundo, o amor do Pai não está nele. Pois tudo o que há no mundo — a cobiça da carne, a cobiça dos olhos e a ostentação dos bens — não provém do Pai, mas do mundo. O mundo e a sua cobiça passam, mas aquele que faz a vontade de Deus permanece para sempre.” 1João 2:15-17.

Uma pessoa deve sondar sua motivação em querer fazer uma tatuagem. Será que esse desejo não está relacionado com um modismo, ou pior, com o mundanismo? O que uma pessoa pretende expressar através da tatuagem? Será que ela quer chamar a atenção dos outros? Será que é desejo de ser sensual?  Muitos fazem uma tatuagem para afirmar sua identidade; expressar sua independência ou sua rebeldia. Nesses casos, a tatuagem é um reflexo de um pecado que se alojou no coração de uma pessoa. Por outro lado, existem aqueles que simplesmente acham a tatuagem bonita; desejam homenagear uma pessoa ou mesmo transmitir uma boa mensagem. Nesses casos, a motivação não é errada; é apenas uma questão de gosto pessoal.

5. A Bíblia ensina que não devemos escandalizar ninguém.

Se o seu irmão se entristece devido ao que você come, você já não está agindo por amor. Por causa da sua comida, não destrua seu irmão, por quem Cristo morreu. Aquilo que é bom para vocês não se torne objeto de maledicência”. Romanos 14:15-16.

O apóstolo Paulo fala sobre a comida aqui e, por incrível que isso pareça, os hábitos alimentares dos cristãos gentios eram um motivo de escândalo para os judeus cristãos. Mesmo, assim, podemos aplicar o princípio bíblico desta passagem para a questão das tatuagens. Paulo ensina que não devemos entristecer os nossos irmãos com aquilo que fazemos! As pessoas são mais importantes que as coisas. É mais importante não escandalizar os outros do que fazer aquilo que nos agrada. Algumas vezes temos que abrir mão de algo que gostamos por causa dos nossos irmãos. Mas, será que uma tatuagem, hoje, causa escândalo? Sim e não! Depende do contexto em que a pessoa está inserida: família, igreja e trabalho. Nos dias de hoje, muitas famílias, igrejas e empresas não tem nenhum problema com a tatuagem. Em alguns casos, a tatuagem não é só aceita como é admirada!

Concluindo, tatuagem é pecado? Não! Posso, então, fazer uma tatuagem? Poder; pode, mas a questão é se você deve?! É correto proibir as pessoas de fazerem tatuagem? Não devemos proibir o que a Bíblia não proíbe, mas, devemos fazer as pessoas refletirem seriamente sobre o tema. Os adolescentes podem fazer tatuagem? Mesmo com o consentimento dos pais, pessoalmente não aconselho, pois, os adolescentes ainda não tem maturidade para decidir sobre algo tão permanente como uma tatuagem. É certo torcer o nariz para as pessoas que tem ou querem fazer uma tatuagem? Definitivamente não! A aparência tem sua importância, mas o caráter é muito mais importante! Existem muitas outras questões que são mais importantes para Deus do que a questão da tatuagem; lembre-se que o reino de Deus não é comida, nem bebida e muito menos tatuagem… mas  justiça, paz e alegria no Espírito!

Que Deus o abençoe,

Alexandre

Pastor

IECI

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *