Estudo Célula 26 – 2011

O que você quer que Jesus lhe faça? – (Marcos 10: 46-52)

Se você pudesse fazer um pedido a Deus com a garantia de que ele fosse atendido, qual seria o seu pedido?

Pense com calma? Você tem apenas uma chance.

Houve um homem na Bíblia que teve essa oportunidade. Jesus o chamou e lhe perguntou: O que você quer que lhe faça? Seu nome era Bartimeu, vamos ver essa história que se encontra no evangelho segundo Marcos 10:46-52.

 

O que precisamos fazer para sermos atendidos por Jesus?

1   I. Reconhecer que precisamos de ajuda (vs.46).

– Muitas pessoas não são atendidas em suas necessidades porque não reconhecem suas carências e necessidades.

– São pessoas que se consideram auto-suficientes – acreditam que não precisam de outras pessoas e muito menos de Deus.

– Diz o ditado popular: “o pior cego é aquele que não quer ver”. Muitas pessoas estão carentes, porém, negam-se a reconhecer seu real estado.

A palavra de Deus nos diz que Bartimeu era cego e mendigo. Ele se encontrava fora da cidade de Jericó, ali ele poderia receber algum donativo dos viajantes que se dirigiam a cidade de Jerusalém.

E você? Qual é a sua necessidade? Você consegue enxergar seu verdadeiro estado diante de Deus?


     II. Recorrer ao único que pode de fato nos ajudar: Jesus!(vs.47-50)

A quem você recorre quando precisa de ajuda? Um santo? Uma imagem? Uma igreja ou religião? Um amigo ou parente?

– Muitas pessoas não alcançam o que necessitam porque buscam a ajuda em fontes erradas. Somente Jesus Cristo, o filho de Deus, pode mudar aquilo que nos parece impossível e improvável. Jesus tem todo o poder em suas mãos, ele é o Filho de Deus, O Deus encarnado!

* Tenha muito tato ao falar deste tópico, nosso objetivo não é ofender ou atacar a crença das pessoas, mas mostrar o que Deus e sua Palavra nos ensinam sobre idolatria. O Objetivo é fazer com que as pessoas transfiram toda a sua confiança no Deus verdadeiro que pode de fato nos ajudar em Jesus.

– A palavra de Deus nos adverte contra a idolatria. Idolatria é colocar qualquer coisa ou pessoa no lugar de Deus: a) Os Dez Mandamentos – Êxodo 20:2-6 b) O Deus vivo X Os ídolos – Salmo 115:4-8.

– A palavra de Deus nos adverte contra a confiarmos nos homens. Os seres humanos tem a tendência natural de colocar todas as suas esperanças em outro ser humano. O problema é que os homens são imperfeitos e falhos – Jeremias 17:5

– Existe apenas um que pode ser nosso verdadeiro mediador: Jesus Cristo – 1 Timóteo 2 :5-6.

O cego Bartimeu demonstrou essa convicção em sua vida. Ao saber que Jesus de Nazaré estava ali, começou a gritar por misericórdia!

O cego Bartimeu sabia que Jesus era o Messias e por isso diz: Jesus, filho de Davi, tem misericórdia de mim! Ele reconhece que só Jesus pode ajudá-lo e por essa razão não descansa até ser atendido pelo Senhor.

*Filho de Davi – título messiânico- O Messias seria da descendência do rei Davi. Para saber mais consulte os textos de Is. 11:1-3 e Mt 1:1 e 9:27)- Não é necessário entrar em detalhes caso não haja o levantamento de  dúvidas pelo grupo.  

 

3-    III. Responder em fé (vs.51-52).

Algumas pessoas reconhecem que precisam da ajuda de Deus e até buscam a Jesus, mas não alcançam o que desejam porque lhes falta uma verdadeira fé. Sua fé é dividida entre Cristo e outras coisas ou pessoas. Buscam a Cristo, mas também a simpatia que alguém lhes ensinou. Outros buscam a Cristo, mas no fundo de suas almas não acreditam que ele de fato possa ajudá-las.

O cego Bartimeu demonstrou uma fé verdadeira, se colocou em pé para encontrar a Jesus, respondeu com convicção a pergunta do Mestre: EU QUERO VER!

Será que você tem uma convicção do que quer em sua vida? Será que você está convencido de que Jesus pode atender seu pedido?

Jesus respondeu: Vá! A sua fé o curou! A Bíblia diz que imediatamente Bartimeu recuperou sua visão.

 

Conclusão:

A fé de Bartimeu o curou? Que “fé” curou Bartimeu? A fé em Jesus Cristo.  A verdadeira fé em Jesus Cristo não só nos conduz a ele, como nos faz segui-lo. O texto termina dizendo que Bartimeu seguiu a Jesus pelo caminho.

Oração.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *