Bem Feito!?

http---o.aolcdn.com-hss-storage-midas-61bef2ab99834ea49c048ffa53a8e0b4-205364426-5931556_x720A tatuagem realizada na testa do adolescente que furtou uma bicicleta acendeu mais um debate nas redes sociais. De um lado, encontram-se aqueles que defendem os homens que tatuaram a cabeça do menor infrator, crendo que a justiça foi feita. Do outro lado, encontram-se aqueles que repudiam tal feito, defendendo que  a justiça jamais deve ser feita com as próprias mãos.

Este caso é apenas a ponta de um grande iceberg; por trás deste debate têm-se questões muito mais profundas: a decepção da sociedade com as autoridades constituídas; a sensação de impunidade e a confusão entre o que é justiça e o que é vingança. Junte as três e têm-se o ambiente ideal para que as pessoas anseiem por praticar a justiça com as próprias mãos.

De forma alguma, o furto pode ser ignorado ou atenuado. Pouco importa se a bicicleta não valia nada, ou se o infrator é menor de idade, ou dependente químico. Num estado de direito, todos os crimes devem ser julgados e penalizados conforme as leis de nosso país, e especificamente nesse caso, o Estatuto da Criança e do Adolescente.  Se as leis são boas e justas, esse é um debate para um outro momento.

Fazer piadas com o ocorrido, ou defender a “violência” chamando-a de “justiça”, são práticas que contrariam os ensinos da Palavra de Deus. Justificar a tortura com base nos textos do Antigo Testamento, como Êxodo 21:24, Levítico 24:20 e Deuteronômio 19:21, é no mínimo, interpretar equivocadamente o sentido do “olho por olho” e “dente por dente”.

A Lei do “olho por olho” e “dente por dente” nunca foi um aval de Deus para que as pessoas ajam com violência ou truculência contra os criminosos. A Lei tinha o objetivo de preservar o direito, garantindo a justa retribuição. O “olho por olho” e “dente por dente”, além de ser um combate contra a impunidade, era um freio contra a vingança desproporcional. Portanto, o Antigo Testamento, não faz apologia da violência, tortura e da justiça feita com as próprias mãos.

O próprio Senhor Jesus Cristo , em Mateus 5:38-42, disse: “Vocês ouviram o que foi dito: ‘Olho por olho e dente por dente’. Mas eu lhes digo: Não resistam ao perverso. Se alguém o ferir na face direita, ofereça-lhe também a outra. E se alguém quiser processá-lo e tirar-lhe a túnica, deixe que leve também a capa. Se alguém o forçar a caminhar com ele uma milha, vá com ele duas. Dê a quem lhe pede, e não volte as costas àquele que deseja pedir-lhe algo emprestado”. Ao dizer essas palavras, Jesus corrige o entendimento errado que as pessoas possuíam sobre a Lei. Jesus ensina que Deus deseja que seus filhos e filhas abram mão do ódio e do desejo de vingança!

Que o Senhor o abençoe,

Alexandre

Pastor

IECI

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *